Google+ Followers

quarta-feira, 15 de junho de 2011

O RINOCERONTE

Ficaram
os murmúrios e ressonâncias-
Dele,
sobram-lhe as patas,
pesa-lhe o monumento:
todos o respeitam.
-quem sabe de seu sentimento
comprimido por capa grossa
de pele e dobras?

Desejou ser um pássaro,
hoje mais pesado em sua solidão.

Sem saber que aí está
sua impossibilidade,
quis o vôo ( que se desenhou em seu pensamento),
para além do coração.

sábado, 4 de junho de 2011













O REI VIRÁ


Ainda não surgiu o branco cavalo

alado trazendo sobre o seu dorso

um rei coroado de vestes cor púrpura.


- Num átimo destruirá todo o mal.


Antes disso as potestades

no final da tarde tramam

e escutam entre os muros.


Antes disso, o amor

tem sido arrojado

à cruéis ventos contrários.


E até que venha o tropel sagrado

homens e mulheres proferirão

palavras inefáveis,

de luto diante do santuário.


Vem e não tarda

aquele que é fiel e verdadeiro.

Os seus olhos são chamas de fogo

e de amor inteiro.