Google+ Followers

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Me leia:

RECADO

Venho de um longínquo recado.
Para que eu chegasse
todo o tempo foi proscrito.

E o silêncio
tornou-se útil
à minha passagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário